Slide

Playlist do mês | Músicas de Outubro

31 de outubro de 2016 2 comentários :

Olá pandinhas. Tudo bem com vocês? Chegamos ao final de mais um m~es, natal tá quase aí, e aqui estamos nós firmes e fortes com as nossas playlists do mês. Quer descobrir quais foram as músicas mais ouvidas desse mês de outubro? Vem comigo então:

1. Nicotine - Panic At The Disco


A música chiclete desse mês, que grudou e não quis largar foi essa: Nicotine. Ela foi lançada em 2013 para o álbum "Too Weird to Live, Too Rare to Die!". 


2. Our First Time - Bruno Mars


Por muito pouco essa música não foi eleita a chiclete do mês, já que ouvi ela umas 1354 vezes por dia, maaas Nicotine grudou mais hahaha. Essa música do Bruno Mars foi lançada no ano de 2010 no álbum "Doo-Wops & Hooligans". 

P.S. Tive que por um vídeo de uma versão ao vivo pois foi impossível adicionar ao blog o lyrics disponível no Youtube. 


3. Into The Fire - Thirteen Senses


Essa música é muito gostosa de ouvir, lembro que descobri sua existência quando meu pai assistiu um filme que se eu não me engano se chamava "Cavaleiros do Ar". Ela foi lançada no ano de 2003 no álbum Falls in the Dark.

P.S.2. Tive que por um vídeo de uma versão ao vivo pois foi impossível adicionar ao blog o lyrics disponível no Youtube.


4. Unplugged - The Cors


Dessa vez não é uma música mas sim um álbum inteiro de mais ou menos uma hora feito pelo grupo The Cors, que eu ouvi inúmeras vezes esse mês. Ele foi lançado em 1999 (o ano que eu nasci *-----*).

Vou adicionar um trecho (aquela coisa de não conseguir adicionar o vídeo original e completo novamente) e o completo vocês podem acompanhar neste vídeo do Youtube.


5. The Best of Coldplay


Seguindo o exemplo acima, é uma seleção das melhores músicas do Coldplay que eu ouvi muito esse mês. Tem quase duas horas e mescla músicas de vários álbuns.




E aí? Já conhecia alguma? Qual a sua preferida? Me conta aqui nos comentários. Beijos do Panda e até o próximo post ♥.

Tag | Redes Sociais

28 de outubro de 2016 Nenhum comentário :
Olá pandinhas. Tudo bem com vocês? Hoje, sexta-feira, é dia de post literário aqui no blog e resolvi trazer essa tag que une duas coisas que eu gosto muito: livros e redes sociais. 

Nessa tag cada livro é associado a uma rede social. Vamos conferir?

Twitter: Um livro que você quer compartilhar com todo mundo.


O primeiro livro que veio na minha cabeça foi O Pequeno Príncipe. A maioria acredita ser um livro para crianças, mas com uma sensibilidade maior você consegue perceber que é um livro para todas as idades, principalmente para os adultos que as vezes precisam aprender a ser mais como as crianças.


Facebook: Um livro do qual você gostou muito e que foi recomendado por outra pessoa.


Os 13 Porquês. Foi um livro que eu vi super hiper mega bem recomendado em todas as páginas do meu Facebook (tudo a ver ó hahaha) e quando li simplesmente amei! Já tem resenha dele aqui no blog caso alguém queira conferir ♥.


Tumblr: Um livro que você leu antes de criar seu blog, e do qual ainda não falou.


Tem muitos mas vou citar dois que são Onde as Arvores Cantam que é simplesmente perfeito e Branca Como o Leite, Vermelha Como o Sangue que também é perfeito. Foram os dois últimos livros que li na minha terrinha natal antes de vim morar aqui em SP.


Myspace: Um livro que você não tem a intenção de reler.


Acho que nenhum. Gostei muito de todos os livros que já li, releria todos tranquilamente ♥.

Instagram: Um livro com uma capa bonita (ou, um livro “fotogênico”).


Ai, eu amo a capa de muitos livros mas para esse caso especial escolho Romeu Imortal e Julieta imortal, meus amores, meus xodózinhos ♥.




Youtube: Um livro do qual você gostaria de ver uma adaptação para o cinema.


Onde as Arvores Cantam com toda a certeza desse mundo. Mas teria que ser uma adaptação muito boa, pra captar toda a magia que o livro tem.


Skype: Um livro com personagens com os quais você gostaria de conversar.


Não consigo escolher um só. Adoraria conversar com todos os personagens dos livros que já li, imagine o quanto as conversas não seriam ricas? 



E aí? Gostaram das respostas? Quero ver todas as minhas amigas blogueiras respondendo essa tag ein? Depois coloquem aqui nos comentários, vou adorar ver. Beijo do Panda e até o próximo post ♥.

Para blogueiras | Blog Planner

25 de outubro de 2016 26 comentários :

Olá pandinhas. Tudo bem com vocês? O post de hoje está mega especial pois é o primeiro em que eu disponibilizo um arquivo para vocês baixarem! Yaaaaaaaaay! ♥

Pois é! E como já deu para conferir aí no título e na imagem do post, o que eu vou disponibilizar para você meu amigo, minha amiga que está lendo é um blog planner ou um caderninho do blog para ajudar na organização de posts, ideias e muitas coisitas mais! 

A ideia de disponibilizar esse projetinho no blog surgiu mesmo porque eu tenho uma agenda onde eu anoto coisas gerais da vida (contas, coisas da faculdade, datas de compromissos e afins) e nela eu também anotava assuntos referentes ao blog. Até tava indo bem, mas percebi que não tinha espaço específico para anotar algumas coisas e depois quando eu ia procurar estava tudo uma tremenda bagunça.

Então resolvi fazer eu mesma com meus conhecimentos de designer uma repartição especial para o blog, com espaços para:


1. Senhas: como nós blogueiros nos inscrevemos em 1578 milhões de sites é sempre bom anotar as senhas deles em algum lugar.

2. Calendário editorial: é importante para organizar todos os posts que vão ao ar durante o mês sem fazer bagunça.

3. Ideias: as vezes temos 1001 ideias maravilhosas e no fim não lembramos de nenhuma, por isso separei um cantinho especial para deixá-las sempre a mãos.

4. Metas: é bom sabermos onde já estivemos, mas é mais importante ainda saber para onde vamos, certo?

5. Números das redes sociais: para acompanharmos o crescimento (assim espero) dos nossos seguidores.

6. Finanças: errou rude quem acha que blogueiros também não tem gastos com o blog, não é verdade?

Mas essas não são as únicas coisas, tem muito mais!

Para baixar basta clicar aqui, você será direcionado(a) para o dropbox, daí é fazer o download, imprimir e se organizar! Lembrando que o tamanho desse planner é A5, ou seja, a metade de uma folha de papel A4. Se você imprimir, posta nas redes sociais e nos marca com #umpandameensinou, vou adorar ver!

Qualquer dúvida na impressão, pode deixar aqui nos comentários ou nos contatar nas nossas redes sociais.

Beijo do Panda e até ♥.

Meu ângulo | Natureza

23 de outubro de 2016 8 comentários :

Estava eu passeando pelo vasto mundo que é a internet quando me deparo com um post no blog da Ana Paula que falava sobre um desafio fotográfico. Confesso que já tinha me interessado por trazer esse tema aqui para o blog, pois fotografar é uma das milhares de coisas que gosto de fazer, mas não trouxe porque alguns temas desses desafios são muito complicados pra mim mera mortal que fotografa com o celular.

Mas dessa vez foi diferente, adorei o tema, e selecionei as minhas melhores fotos, não são todas atuais, mas são todas lindas, garanto! Vem conferir comigo?







E aí? Gostou? Você pode acompanhar todas essas fotos e muitas outras tão lindas quanto lá no nosso instagram, aproveita e segue para não perder nadinha! Beijo do Panda ♥.





Resenha | A garota do penhasco

21 de outubro de 2016 Nenhum comentário :

Informações:


Autor: Lucinda Riley
Tradutor: Henrique Amat Rego Monteiro
Editora: Novo Conceito
Páginas: 528

Sinopse:


A figura frágil achava-se perigosamente próxima da borda do penhasco... Enquanto se aproximava, Grania percebeu que a pessoa não era mais do que uma criança; o vestido de algodão branco que usava era uma camisola. Grania notou as nuvens negras de tempestade pairando sobre o mar, e as primeiras gotas de água salgada da chuva iminente machucaram-lhe a face. A percepção da fragilidade do ser humano, franzino contra o ambiente selvagem, impeliu-a a apressar o passo. 

A garota do penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grani Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco nos fala sobre mudança de visa.

A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras.

O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza.

Mas, sobretudo, A garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas.


Resenha:


Este livro conta primeiramente a história de Grania que havia acabado de perder o bebê que ela tanto queria e fugiu do seu marido indo pra casa dos pais na Irlanda, querendo evitar todo tipo de contato com ele. Lá ela conhece Aurora, uma menina que havia perdido a mãe muito cedo e era criada pelo seu pai. Ver Aurora no penhasco despertou o instinto materno de Grania, ainda mais depois dela ter perdido seu precioso bebê. Ela se aproximou cada vez mais da menina, o que causou um incomodo em Kathleen (mãe de Grania) por causa de histórias passadas. Para Kathleen tudo que acontecera com a sua avó Mary estava se repetindo. A filha acabou convencendo a mãe de que a história não se repetiria e para alertá-la Kathleen lhe contou toda a história, o que não impediu Grania de se aproximar de Aurora e cuidar dela enquanto Lawrence, pai de Aurora, estava fora. Depois de muitos mal entendidos, Matt, o marido de Grania resolve procurá-la, mas descobre que ela está casada e fica desolado, já que Grania não quis se casar com ele por causa de seus pais, que a acusavam de ser uma interesseira. Depois de descobrir a história envolvendo Matt, Aurora com sua audácia e inteligência viaja para Nova York para desfazer a confusão e então Matt vai atrás de Grania levando Aurora de volta para a Irlanda. Matt não entendia o porquê de Grania ter fugido dele após o aborto espontâneo. Depois de muitas discussões eles se resolveram e Grania, que havia se casado com Lawrence pouco antes dele morrer, já era a responsável oficial por Aurora. Matt e Grania então se casaram, e foram morar na casa em que Mary havia trabalhado, que agora pertencia a Aurora. Este é um livro bastante interessante, já que ele meio que conta duas histórias ao mesmo tempo e com ele, apesar de inicialmente eu fazer um pouco de confusão com as famílias (o que é esclarecido no próprio livro com uma árvore genealógica) consegui compreender as histórias, fiquei ansiosa pelos fatos seguintes, torci pelos personagens, vibrei por eles, me entristeci com injustiças... É um livro envolvente, onde no fim todos os fios das histórias se unem em um só. 

Como sobreviver nesse calor

20 de outubro de 2016 4 comentários :

Não sei nos outros estados, mas quem assim como eu mora em São Paulo está derretendo com essa onda de calor. A ideia do post de hoje é trazer algumas dicas para ajudar a sobreviver a toda essa "quentura" que tá rolando.

1. Case-se com um ventilador



Com esse calor um ventilador ou ar condicionado é o melhor amigo de qualquer pessoa. O ventinho fresco deixa o ambiente muito mais habitável hahaha.

2. Vista roupas leves



Quanto mais leves forem os tecidos e as peças menos calor você vai passar. Opte por tecidos mais finos e menos encorpados e se você for mulher aposte nos vestidos.

3. Beba muita água e sucos



Com esse calor é claro que nós transpiramos horrores né? Nada melhor que beber uma água ou um suco geladinho. Além de ser um ótimo meio de se refrescar é muito importante pois nos ajuda a manter o corpo hidratado.

4. Tome banho gelado



Acredita que nesse calor ainda tem gente que toma banho quente? Vamos por esse chuveiro no verão! Assim a água geladinha refresca e faz o calor diminuir.

5. Tome sorvete



Não vá exagerar, mas convenhamos: sorvete no verão é tudo de bom!


E aí, na sua cidade tá calor? Me conta aqui nos comentários como você faz para sobreviver, quem sabe sua dica não ajuda outras pessoas? Beijo do Panda e até o próximo post.


Resenha | O Teorema Katherine

14 de outubro de 2016 6 comentários :

Informações:


Autor: John Green
Tradutor: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca
Páginas: 304

Sinopse:


“Quando se trata de garotas (e, no caso de Colin, quase sempre se tratava), todo mundo tem seu tipo. O de Colin Singleton não é físico, mas linguístico: ele gosta de Katherines. E não de Katies, nem Kats, nem Kitties, nem Cathys, nem Rynns, nem Trinas, nem Kays, nem – Deus o livre – Catherines. K-A-T-H-E-R-I-N-E. Já teve dezenove namoradas. Todas chamadas Katherine. E todas elas – cada uma, individualmente falando – terminaram com ele.”

Resenha:


Confesso que resolvi ler esse livro por conta de sua fama, que dividia bastante opiniões. No começo achei a história meio monótona, mas entre fatos atuais e explicações sobre as Katherines da vida de Colin, um garoto prodígio (não gênio, prodígio) meio que em crise existencial por não ser tão importante quanto gostaria, o livro começou a despertar em mim uma curiosidade sem fim de descobrir o que iria acontecer. Toda a narrativa inicial se passa bem paradona até o momento em que Colin e seu único melhor amigo Hassan (que era árabe) resolveram colocar o pé (ou no caso, as rodas) na estrada e seguir de carro sem direção, tudo isso por causa da K-19, ou a décima nona garota chamada K-A-T-H-E-R-I-N-E a terminar com Colin. Seguiram no Rabecão de Satã (nome carinhosamente dado ao carro) parando em um lugar chamado Gutshot por causa do Arquiduque Franscisco Ferdinando, o homem que foi o estopim a Primeira Guerra Mundial. Nessa cidade, Colin e Hassan conhecem Lindsey Lee Wels, filha de Hollis que era dona de uma fábrica de cordões para absorvente interno (acreditem se quiser hahaha). Então... daí eles começam a trabalhar para a mãe de Lindsey e todos ficam muito amigos, entrevistando as pessoas sobre a história daquela pequena cidadezinha no meio do nada. Muita coisa muda na vida de cada um deles com a chegada de Colin e Hassan, são feitos novos amigos, novas descobertas (tanto boas quanto ruins), novos tipos de comportamentos nunca tidos antes... e eu diria que o final é ansiosamente maravilhoso, se é que essa palavra existe.

O que mais gostei na história é que ela é daqueles tipos que te faz rir, que te faz torcer e que te prende, te deixa morrendo de vontade de saber o que acontece, além das notas de rodapé do livro serem super divertidas. Uma coisa legal e divertida também são os anagramas que o Colin vive fazendo com todas as coisas praticamente. Eu adorei o livro, foi uma leitura super gostosa, com uma linguagem bem jovem, devorei em dois dias. Super indico se você curte romance ♥.



Texto | Tem dias...

11 de outubro de 2016 Nenhum comentário :

Tem dias que a gente acorda sem a menor sombra de vontade de fazer alguma coisa. O que a gente quer mesmo é ficar em casa de pijama, descabelada, e fazer vários nadas o dia inteiro. Tem dias que tudo que a gente quer é ficar na cama assistindo aquele filme de comédia romântica e chorando horrores enquanto come uma pipoca ou um brigadeiro.

Que mal há nisso? Há dias que queremos o dia inteiro pra nós, para ficar curtindo nossa preguiça, olhando o tempo passar, pensar na vida e planejar o amanhã. É sempre bom desacelerar de vez em quando.

Nesses dias ninguém liga para roupas chiques, cabelos arrumados ou em como anda a dieta. Talvez devêssemos ser mais assim no nosso dia-a-dia. Quantos estresses economizaríamos se nos importássemos menos com essas coisas?

Tem dias em que tudo que queremos é nos sentar na janela e ver a vida passar vagarosamente entre nossos dedos... se permitir sentir nostalgia pelo que passou e um friozinho na barriga do que ainda está por vir.

Desacelere, tire um dia pra você, esqueça um pouco suas obrigações, contas, trabalho... tire um dia de folga, isso vai te fazer um bem inexplicável.

Tag | Dias da semana em livros

7 de outubro de 2016 6 comentários :

Olá pandinhas. Tudo bem com vocês? Hoje eu resolvi trazer uma tag muito divertida chamada "dias da semana em livros". Nessa tag, associamos um livro a cada sentimento que nos é passado por esse dia da semana. Vamos começar!

Domingo 

Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.


O último livro que eu li e senti isso foi "O Teorema Katherine" de John Green. É um livro tão legal e com uma leitura e história tão gostosas e envolventes que eu não queria que acabasse.



Segunda 

Um livro que você tem preguiça de começar.


Meu amor, Meu bem, Meu querido. Tá aqui tem um tempão, até olho pra ele com a maior vontade de ler, mas na hora H não leio hahaha!



Terça

Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação.


Um livro chamado "A Caçada". Esse eu empurrei até mais ou menos o meio, mas até hoje não consegui terminar.


Quarta 

Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.


O livro que eu estou lendo no momento é "Como eu era antes de você".


Quinta 

O livro de quinta. Um livro que você não recomenda.


Nossa... que difícil pensar em um livro que eu não recomendo... acho que eu não deixaria de recomendar nenhum livro, porque a leitura em si é algo muito pessoal, as pessoas gostam ou não, e nunca vão ler e se interessar por algo que elas não gostem, então independente do tema ou do livro o importante é ler ♥.


Sexta 

Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)


Bem, na verdade não estou ansiosa por lançamentos mas sim por comprar livros maravilhosos que já li e quero muito tê-los na minha estante. Dentre eles posso citar: Os 13 Porquês, Onde as árvores cantam e Marley & Eu.




Sábado 

Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou.


Um livro que eu quis começar a ler novamente exatamente no momento em que terminou... vou citar mais de um. O primeiro da lista é "Os 13 porquês" que inclusive eu já resenhei aqui no blog. Os outros dois são uma série, Julieta Imortal e Romeu Imortal. Todos esses livros eu leria um milhão de vezes sem me importar se já sei a história ou não, e em todos, assim que eles acabaram, eu fiquei com aquele gosto de quero mais.




E essa foi a nossa tag. Gostaram das respostas? Comentem aqui se vocês conhecem algum desses livros e se gostariam de resenhas deles. Um beijo do Panda e até o próximo post ♥.

Problemas da sociedade atual #1

4 de outubro de 2016 2 comentários :

Olá pandinhas. Tudo bem com vocês? Hoje resolvi falar sobre algo que me incomoda infinitamente: pessoas que vivem cuidando da vida dos outros. Você meu leitor, minha leitora, já percebeu o quanto está sendo difícil viver a sua vida em paz ultimamente? Pois é!

Cada lugar que vamos, e as vezes até quando não vamos a lugar nenhum e estamos na paz do nosso lar (ou pensamos que estamos), tem pessoas por lá cuidando da nossa vida. Seja um vizinho que escuta uma conversa ou pessoas que estão nas suas redes sociais, por todos os lados estamos cercados por um mar de gente que não se preocupa com ninguém e só pensa em fazer fofocas e intrigas, saber o que acontece com você. Se for bom, inveja, se for ruim, risadas e fofocas. Não se engane, existem pessoas assim e elas estão por todos os lados.

Tenho aprendido ultimamente a tomar cuidado com esse tipo de pessoa: ela as vezes até se faz de sua amiga, mas na primeira oportunidade está lá fofocando sobre sua vida, te desejando mal, falando mal de você.

Existe uma frase que diz: "O que ninguém sabe, ninguém atrapalha". Tente por isso em prática e você verá o quanto sua vida vai mudar. Se você é uma dessas pessoas que não perde a oportunidade de ouvir uma fofoca ou vive disseminando veneno por aí: já parou para pensar que a cada minuto que você perde falando mal de alguém, cuidando da vida de alguém, você poderia estar fazendo outras milhões de coisas? Pense nisso! Quem gosta da própria vida e se importa com ela não tem tempo nem interesse para a vida dos outros.


Nos dias de hoje nós passamos mais tempo preocupados com o que as pessoas vão achar do que com qualquer outra coisa. Você deixa de vestir o que gosta por medo do que as pessoas vão falar, você deixa de comer o que gosta, deixa de falar e agir do seu jeito, tudo isso por medo de não agradar as pessoas, por medo de que elas falem mal de você. Pois eu lhe digo leitor ou leitora: deixe que pensem, que digam, que falem, que façam o que quiser! Não deixe de viver sua vida por conta de pessoas que preferem perder seus preciosos minutos de vida falando mal de alguém.

Não sei no que você acredita, mas eu penso da seguinte forma: tudo o que nós plantamos é colhido, mais cedo ou mais tarde. Essa pessoa que vive cuidando da sua vida e falando mal de você sem razão irá com toda a certeza pagar pelo que ela está fazendo. 

E se você é do tipo que não resiste a uma fofoca aqui vai uma dica, duas na verdade:

1. Sempre que sentir vontade de fofocar pense em algo de útil para fazer, aprenda algo novo, leia um livro, arrume sua casa, sei lá, qualquer coisa, menos fofoca e...

2. Se você tem um amigo que vive falando fofocas para você se prepare, não demorará muito para você ser uma das vítimas. Se a pessoa faz fofoca dos outros para você, porque ela não faria de você para outras pessoas?

Vamos tentar um a um melhorar a nossa sociedade, por um mundo sem fofocas e sem cuidadores de vidas alheias, por um mundo onde nós podemos ser nós mesmos sem medo do que os outros vão falar, por um mundo livre.

É possível e pode começar por você! Um beijo do Panda e até o próximo post. ♥